Tsunami - Molhou tudo, que fazer?

 

     Procedimentos Emergenciais de Restauro

 

 Incrível como a “Lei de Murphy” é perfeita! Não tem erro, ela te pega quando você menos espera, você sabe que não pode deixar o celular cair, mas quando cai, a probabilidade de cair em uma poça d´água ou mesmo no vaso sanitário, é bem grande! Nessa semana, participei junto com minha assistente Luana, de um programa na TV Aparecida, por sinal uma emissora super moderna e bem aparelhada, de um programa de variedades onde dávamos dicas de procedimentos caseiros a serem feitos em caso de eletrônicos, objetos, papeis ou vestuário cariem na água ou simplesmente entrarem de alguma forma em contato com água.

É bem interessante, porque quase sempre tomamos as medidas inadequadas para sanar esse tipo problema. A Luana mostrou o que fazer se você pisar em uma poça d´agua, o sapato fica encharcado.. e você corre o risco de perder literalmente aquele sapato que tanto gosta. O que fazer é simples, depois de uma secada básica com pano, recheie o interior do sapato com muito jornal e na parte externa, você aplica creme hidratante em porções generosas.. isso mesmo, muito creme hidratante, pois como couro tambem é pele, o que vamos fazer é trocar a humidade da água pela humidade do creme hidratante, que é feito exatamente para beneficiar pele! Bem lógico não é? Repita esse processo por uns dois dias, sem deixar o sapato ao sol ou exposto a qualquer outro tipo de caloria artificial. Pronto.. vai ter seu sapato querido novamente apto a te aguentar! Kkkk

A segunda dica que dei, foi o procedimento a ser feito caso molhe ou celular ou a máquina fotográfica..!! Pois é, acontece com frequência e o procedimento apropriado é o seguinte:

Jamais tente ligar o aparelho, apenas abra e retire imediatamente a bateria, pois isso interromperá qualquer tipo de corrente e curto circuito entre os componentes eletrônicos dos aparelhos. Depois de sacudir o aparelho vigorosamente com a abertura da bateria voltada para fora, deixe essa mesma abertura voltada para cima e ventile o aparelho com um secador de cabelos, na potencia “morno” a uma distancia de médios 40 centímetros pelo tempo que achar que o aparelho esta completamente seco. Depois disso, você deixa o aparelho sempre na mesma posição, com o recipiente da bateria aberto e voltado para cima, respirar por mais uns três dias. Esse procedimento provavelmente irá evaporar toda água que ainda permaneceu no interior do aparelho, o que vai eliminar o perigo do fatal curto circuito na hora de religar.

Passados esses tempo, que pode ser abreviado caso e o tempo estiver quente e seco, você recoloca a bateria. Nesse momento, você reza muito, mas reza muito mesmo e religa o aparelho!

Tchammmm se der sorte, vai ter seu celular de volta, caso contrario vai fica xingando o restaurador que te deixou três dias sem telefone.

 

Carlos Rielli

 

 

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL , Sudeste , SAO PAULO , PERDIZES , Homem

 
    Visitante número: