Salão de Arte 2011

     Salão de Arte 2011

 

Semana passada tivemos, aqui em São Paulo, mais uma edição do Salão de Arte, versão 2011, no Clube a Hebraica – Salão Marc Chagall. É um salão de fine Art’s e antiguidades onde a nata das obras de arte e os raros objetos antigos que existem à venda no Brasil são apresentados à mais fina clientela que do país. Poucos museus do mundo possuem um acervo tão bem escolhido e seleto como esse apresentado, isso sem falar no publico presente, que certamente, somados, representam alguns dígitos do PIB brasileiro. A tendência que notei foi o interesse pelo filão concretismo e neo concretismo que foi destacado entre os expositores, nomes de artistas que atuaram na década de 50, 60 e 70 e agora despontam como os novos focos das “altas castas” do país. Pelo que fiquei sabendo, muita coisa boa foi comercializada, muita coisa mesmo.

Estive presente na abertura do Salão, que foi tuuuudo de bom! Uma delicia mesmo! Além do top das artes, foi servido um coquetel de primeira qualidade, tudo delicioso, e muito champanhe (acho que tinha refrigerante tambem, mas nem enxerguei! kkk). Tudo de bom, não é? Quanto ao público, era muita gente bonita por metro quadrado, bonita e com todas as joias que seus cofres guardavam. Despois disso tudo, é ótimo ver que o mercado de arte está muito ativo, mesmo com toda essa turbulência mundial acontecendo, sinal que arte continua sendo um ótimo investimento. Das obras que mais marcaram presença, destaco os artistas Portinari, Tarsila, Ligia Clark, Willys de Castro e Barsotti, entre muitos outros.

Vale a pena ir, quando tiver algo semelhante... ano que vem tem outro Salão na Hebraica. Não percam!

  

Carlos Rielli

 

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL , Sudeste , SAO PAULO , PERDIZES , Homem

 
    Visitante número: